01 maio, 2007

Este é o Leão da Lezíria que não acabou os estudos...



Gramo Serralves. Aliás, gramo, cada vez mais o Porto.

E hoje Serralves tinha lá uma exposição de artistas daqueles bons. Eu, que sou um básico, não sei apreciar a grandeza da coisa, é o que é. Mas, que os havia, os génios que por lá andavam diziam coisas que incluíam as palavras "metamorfose", "expressivo" ou "esmagador".

Se os gajos lá de Serralves me apanhassem a grafitar as paredes ou o chão, chamavam a segurança. Mas eu sou eu, não tenho chama artística e sou um insensível às expressões do divino.

Mas eu era capaz de fazer aquilo, desculpem-me a imodéstia...

1 comentário:

redonda disse...

Também acho que era :)
Já eu...

Contou-me um amigo que uma vez estava numa exposição, na qual os mais peritos pararam a apreciar uma tela em branco, propondo diversas interpretações, até que alguém veio buscar a tela, que não era um quadro, mas apenas uma tela em branco ali esquecida. A seguir fez-se silêncio...E depois começaram todos a rir.